Peças em ordem - Quest Multimarcas
Entre em contato!
Peças em ordem
Peças em ordem

Assim como um grande quebra-cabeça incompleto por causa da falta de uma peça, o carro é uma máquina complexa que precisa ter todas as peças funcionando perfeitamente para não oferecer riscos aos passageiros. Um delas com algum problema já pode ser o suficiente para causar acidentes. Veja quais são os principais componentes que merecem verificação constante para deixar o automóvel sempre seguro.

 

Amortecedores

São componentes fundamentais para a estabilidade do automóvel. Se a suspensão não estiver em ordem, o veículo pode perder a direção principalmente nas curvas. Cheque os amortecedores a cada 10.000 km.

 

Freios

Discos e pastilhas devem estar em perfeitas condições para garantir a eficiência do sistema. Verifique também o óleo de freio para saber se o nível está correto.

 

Pneus

Pneus carecas fazem o carro perder aderência, ainda mais em pisos molhados, aumentando o risco de um acidente grave. Portanto, quando eles já estiverem gastos, faça a troca imediatamente.

 

Correia

A correia serpentina é responsável pelo acionamento de alternador, compressor do ar-condicionado e da bomba da direção hidráulica. Se ela se romper, a direção ficará dura e o prejuízo pode ser grande. Faça a troca a cada 50.000 km.

 

Direção hidráulica

Se o volante de seu carro ficar duro de repente, é sinal de que a direção hidráulica está com algum problema, como, por exemplo, vazamento de óleo em uma das mangueiras. Não dirija nessa situação, pois é bem provável que você não terá controle do veículo.

 

Parafusos da roda

Ninguém dá muita bola para eles, mas se uma roda se soltar por causa de um parafuso mal apertado ou fadiga, o motorista certamente perderá o controle do carro. Assim, com certa frequência, veja se eles estão prendendo as rodas perfeitamente.

 

Terminais

Os terminais de direção e pivôs não avisam quando estão prestes a se romper. Dessa forma, faça uma verificação a cada 10.000 km ao realizar o alinhamento de suspensão.

 

 

Fonte: www.autoline.com.br

Deixe um comentário: